Searching...
quinta-feira, 19 de junho de 2014

Dia dos Namorados chinês - Qixi

Na China, o Dia dos namorados – Qixi, celebra-se todos os anos no dia 7 de Julho do calendário chinês, “Qixi” é comemorado como um dia de amor há cerca de 2000 anos, desde Dinastia Han. Teve a origem na lenda do casal que sofreu a separação, apesar de se amarem apaixonadamente. Na realidade, são duas as lendas em torno das origens do Dia dos Namorados chinês. Ambas envolvem a posição das estrelas no sétimo dia do sétimo mês no calendário Lunar, que geralmente calha em Agosto no calendário Zodíaco.
A primeira lenda conta sobre as sete filhas da Deusa do Céu, que chamaram a atenção de um pastor durante uma das suas visitas a Terra. As moças foram tomar banho num rio e o Niu Lang, decidiu divertir-se um pouco, escondendo as roupas delas. Até que a Zhi Nu (a sétima filha) encontrou o rapaz e pediu-lhe que devolvesse as roupas das irmãs. Claro, desde que o Niu Lang tinha visto a Zhi Nu nua, eles tinham que se casar. O casal viveu feliz por muitos anos. No entanto, a Deusa do Céu sentiu a ausência da sua filha, e ordenou que ela voltasse para o céu. Mas a mãe para atenuar a tristeza da filha, permitiu-lhes encontrar-se uma vez por ano, na sétima noite da sétima lua, ‘fadas’ formariam uma ponte com as suas asas para que os dois pudessem encontrar-se.
A segunda lenda é a história de dois amantes, cujos nomes são Niu Lang e Zhi Nu (os mesmos), que apesar de estarem loucamente apaixonados, foram separados pelo pai da Zhi, o Imperador do Céu, que não queria que sua filha se unisse a um homem comum. Mas algumas fadas ajudaram a formar uma ponte para que os dois pudessem se encontrar na sétima noite de cada sétima lua do ano.
Atualmente, os chineses celebram esta data para expressar a sua devoção ao amor e para superar todos os tipos de dificuldades na vida. Ao contrário das culturas ocidentais, o dia dos namorados não é para troca de presentes entre os casais apaixonados (se bem que a influencia ocidental está cada vez mais presente nas celebrações chinesas). Em vez disso, as meninas seguem diferentes rituais como colocar uma agulha na superfície da água e se ela não afundar, a moça é considerada inteligente o suficiente para conseguir um marido. A verdade é que, isso ainda tem uma importância extrema na cultura chinesa: uma moça que ainda não casou até aos 30 anos é considerada velha e, inclusive, sofre certo tipo de preconceito e discriminação entre o seu grupo social.
Outras formas de celebrar Qixi, pode passar por decorar as casas com luzes para acolher a Zhi Nu na Terra, para que ela possa se encontrar com Niu Lang, parecido com aquilo que fazemos aqui no ocidente para receber o Pai Natal; Na noite do Qi Qiao Jie (sétima noite), olhar para uma estrela no horizonte e fazer um desejo, para ter sucesso no amor.
Apesar de toda essa linda história de amor retratada na lenda, a verdade é que, a comemoração da juventude chinesa, principalmente nas grandes cidades, está muito próxima dos moldes ocidentais, jantar a luz de velas, flores e doces. Além disso, em 14 de Fevereiro, o dia de São Valentin é amplamente celebrado na China. Possivelmente até com mais propaganda, mais promoções no comércio e nos restaurantes. Após a entrada massiva do mundo ocidental na China, eles começaram a comemorar o dia dos namorados e o ano novo a dobrar.

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Enviar um comentário

 
Back to top!