Searching...
segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Comer com os pauzinhos

Nas ultimas décadas, a culinária oriental, principalmente a chinesa e a japonesa popularizaram-se pelo mundo e já há muita gente ficando craque na arte de usar os pauzinhos/palitinhos na hora de comer.
Estes pauzinhos são designados por diferentes nomes pelo mundo fora, inclusive, na Ásia cada pais tem a sua denominação. Em inglês dizemos “chopsticks”, na China kuàizi - 筷子, no Japão ‘hashi’, os coreanos chamam ‘jeotgarak’, na Tailândia ‘takiap’, no Vietname ‘đũa’ e na Indonésia ‘sumpit’. Mas seja com que nome for, todos já viram um par deles por ai, ou até usam com outras finalidades.

Estes pauzinhos podem ser de variados materiais (madeira, bambu, osso, plástico e até metal como talheres ocidentais), mas prefiro os de madeira ou bambu. Dão mais firmeza entre os dedos e para pinçar a comida. Eles também podem variar de formato, dependendo da origem ou do país. Os pauzinhos japoneses são mais curtos que os chineses, por exemplo.
Para quem está a iniciar a arte de comer com os pauzinhos, existem os que têm um tipo de elástico ou plástico na ponta superior e que funciona como uma mola. Assim não é necessário controlar a força e o equilíbrio nos dedos. Funciona como uma verdadeira pinça. Para as crianças, existem decorados com bonequinhos coloridos, pandas, personagens de animes e até o Angry Bird.

Os pauzinhos são tão antigos como a própria história do oriente, por volta de 4000 anos e as suas origens remontam à China antiga. Foram encontrados por arqueólogos em Israel, utensílios que se assemelham aos pauzinhos. Esta descoberta revela a possibilidade da existência de relações comerciais entre o Médio Oriente e a Ásia Oriental ou o eventual desenvolvimento dos mesmos utensílios em simultâneo, mas de modo autónomo.
De acordo com uma lenda chinesa, o imperador Shun (séc. 17 a.C.) deu a um soldado chamado Dayǔ – 大禹, a missão de canalizar as águas de um rio, que tinha sido responsável pelas terríveis inundações naquela época. O soldado não só aceitou a ordem, como a tomou num desafio pessoal e prometeu resolver o problema, para salvar todas as pessoas. Como estava na época das chuvas, lutou incansavelmente contra a inundação. Quando conseguiu abrigar-se numa pequena ilha e com muita fome, cozinhou um pedaço de carne numa panela rudimentar. Só que ele percebeu que não poderia tirar o pedaço de carne da agua a ferver e levá-lo até a boca com as próprias mãos, porque estava muito quente. Dàyù, que estava numa missão, não poderia dar-se ao luxo de perder tempo, então cortou dois pedaços de bambu e conseguiu pegar a carne sem se queimar.
Desde então, as lascas de bambu passaram a ser usadas para retirar a comida quente da panela, poupando algum tempo, assim, permitiu-lhe trabalhar e resolver o problema das inundações. Algum tempo depois, ele já tinha adquirido uma grande habilidade para usar estas novas ferramentas e as pessoas começaram a imitá-lo. Apesar de até aos nossos dias, terem sido criados inúmeros utensílios que nos permitem comer a nossa comida quente sem nenhum problema. A verdade é que os pauzinhos de bambu sobreviveram ao tempo.
Deixo algumas curiosidades acerca dos pauzinhos chineses, os chopsticks são um bom presente de casamento, pois um par de pauzinhos simboliza a harmonia do casal, da fidelidade e do companheirismo; É considerada má sorte, deixar cair os palitinhos no chão; É má educação sugar os pauzinhos para levá-los à boca; Não se deve bater ou fazer barulho nos pratos ou tigelas; Os chopsticks não devem estar enfiados com as pontas dentro da tigela de arroz, porque isso é só nos funerais.
E como devem usar os pauzinhos? Não acredito muito em teorias para esse tipo de práticas, mas fica a dica para quem quiser tentar.


1 - Ponha um pauzinho entre a palma da mão e a base do polegar, usando o quarto dedo para apoiar a parte inferior do mesmo. Com o polegar, aperte-o para baixo enquanto o dedo anelar empurra-o para cima. Este deve ficar estável.
2 - Agora, usando a ponta do polegar, o indicador e o dedo do meio para segurar o outro pauzinho como uma caneta. Tenha a certeza que as pontas dos dois chopstick
3 - Alavanque o pauzinho de cima em direção ao de baixo. Com este movimento, pode-se pegar comida em quantidade surpreendente.

Quando tiverem a prática suficiente, os dois pauzinhos funcionam como uma pinça.


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Enviar um comentário

 
Back to top!