Searching...
domingo, 5 de janeiro de 2014

25% da população chinesa tem excesso de peso

Quase 25% da população chinesa é obesa ou está com excesso de peso, segundo um relatório divulgado pelo Instituto Britânico (Overseas Development Institute - ODI).
O relatório mostra que o número de adultos obesos e com excesso de peso no conjunto dos países em vias de desenvolvimento mais do que triplicou nas últimas três décadas, passando de 250 milhões para uns impressionantes 904 milhões. Pela primeira vez, superou o cenário dos países ricos.
Na China e no México, as taxas de população com excesso de peso e obesidade quase duplicaram, enquanto na África do Sul as taxas aumentaram em um terço, ainda maior do que na Grã-Bretanha. No Norte da África, Médio Oriente e América Latina têm taxas semelhantes às da Europa.
De acordo com o relatório, cerca de 25% da população chinesa é obesa ou com excesso de peso, ou seja, um em cada quatro chineses. Embora a taxa seja metade da verificada no México, é alta o suficiente para tocar o alarme junto do povo chinês.
Steven Wiggins, um especialista que trabalha no ODI, disse que esta mudança deve-se a um maior rendimento disponível e um estilo de vida mais sedentário nos países afetados, bem como uma preferência crescente por alimentos processados. Este último influenciado fortemente pelos anúncios publicitários.
Em setembro de 2013, a China foi projetada para ser a maior consumidora de alimentos processados em menos de dois anos. Da mesma forma, a China está a aumentar rapidamente o seu consumo de gado, (metade dos porcos do mundo está na China).
Segundo a CNTV, a população com diabete na China cresceu para mais de 110 milhões de pessoas, superando largamente as taxas dos Estados Unidos. Já em relação a população jovem obesa ou com excesso de peso no país têm aumentado também nos últimos anos.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Enviar um comentário

 
Back to top!