Searching...
sábado, 9 de novembro de 2013

A nova moda japonesa: Os homens de saia

Como todos sabem Tokyo é a capital da moda japonesa, por isso não é de admirar encontrarmos de tudo um pouco no que se refere à moda urbana. Uma das últimas novidades são os “Homens de saia”.
Se recuarmos um pouco na história, esta tendência não é assim tão invulgar quanto isso. Como deve ser do conhecimento da grande maioria há diversas culturas em que o homem veste este tipo de vestimenta como acontece no Médio Oriente. Claro que no Ocidente a história é outra e, por isso, não deixa de ser estranho quando ouvirmos falar em homens de saia. Contudo, é de relembrar que o uso de vestuários do tipo não é algo assim tão pouco usual no Japão. Afinal, os trajes tradicionais masculinos também conhecidos como Hakama ou Yukata parecem-se com saias e ainda hoje são bastante usadas, principalmente em dias importantes como os festivais ou cerimónias. Mas, desengane-se quem pensa que o facto de usarem este tipo de trajes faz deles menos viris. Afinal, os samurais também usavam Hakama e eram grandes guerreiros.
Após a 2ª guerra mundial, este tipo de vestimenta quase desapareceu, sendo mantido apenas pelos mais velhos, por razões culturais. Contudo, na última década esta moda voltou com força, atingindo principalmente os mais jovens que vêem neste tipo de roupa uma forma de escaparem aos dias quentes de verão, já que as vestimentas são frescas e confortáveis. Além das saias longas, esta moda inclui ainda agasalhos compridos, collants e sarongs que nada mais são do que uma sobreposição de peças como sais sobre calças, por exemplo. Mas, desengane-se quem pensa que tudo é aceite no Japão. O preconceito também existe como nos mostra o estudante Daisuke Kumamote de 18 anos que admitiu que por estar vestido de saia várias passageiros não quiseram sentar-se ao lado dele num comboio em Kanagawa.
Bem, o preconceito existe em qualquer lugar do mundo. O importante é sermos fieis a nós mesmos!


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Enviar um comentário

 
Back to top!