Searching...
quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Shishi-Odoshi - fontes de água feitas de bambu

Com certeza que muitos já viram este tipo de fonte de água designado de Shishi-Odoshi, em jardins japoneses e/ou paisagens do estilo oriental. Apesar de se tratar de um elemento que traz harmonia e beleza a qualquer jardim, esta fonte tem na verdade originalmente uma outra função, assustar veados e outros animais que invadiam as propriedades dos japoneses.
O próprio nome indica tudo, Shishi-Odoshi significa literalmente “Assustar o veado”, mas é também chamado de Sōzu, assim como kakashi (espantalho). O ruído característico e rítmico deste dispositivo serve também para espantar aves e animais nocivos para as plantações.


O Sōzu ou Shishi-Odoshi consiste num tubo segmentado, geralmente de bambu, este é articulado a um dos lados do seu ponto de equilíbrio. Uma das suas extremidades apoia-se contra uma rocha. Dentro da extremidade superior do tubo de bambu vai passar uma corrente de água que ao ficar cheio, acaba por mover o centro de gravidade, faz com que o bambu inclina-se para frente e começa a despejar água para fora.
Em seguida, o bambu oco volta a sua posição original, bate contra uma pedra, produzindo então o ruído característico. Na paz e tranquilidade de um jardim tradicional japonês, o ruído é praticamente o único som que se ouve num ciclo interminável, no qual o dispositivo emana um ruído de fundo suave e rítmico.
O som pode não agradar a todos, pois há quem o considera monótono e irritante, mas há também quem o acha muito relaxante. Embora este tipo de fonte de água tenha um mecanismo extremamente simples, acabou por se tornar num elemento essencial que agrega beleza, tradição e paisagismo a qualquer jardim do país do Sol nascente.


No Japão, ainda é possível encontrar o Shishi-Odoshi feitos à mão, de forma artesanal, utilizam-se apenas métodos tradicionais na sua construção, usando “madeira queimada” e bambu, mas actualmente é possível encontrar réplicas industrializadas do Sozu em diversos tamanhos e construídos de diversos materiais. Enfim, o Shishi-Odoshi transcendeu a sua função utilitária e assumiu uma nova identidade. Hoje em dia, podem encontrar estas fontes em jardins, mesmo quando não há ameaça real de animais indesejados. Inclusive, quem mora em vivendas ou apartamentos pequenos, pode adquirir réplicas pequenas do Shishi-Odoshi, que não ocupam muito espaço e funcionam com electricidade.

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Enviar um comentário

 
Back to top!