Searching...
sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Palácio de Potala no Tibet


O Palácio de Potala está situado em Lassa, no Tibet. Foi a residência do Dalai Lama, até que o 14º Dalai Lama fugiu para Dharamsala, na Índia, depois de uma revolta falhada, em 1959. Atualmente o palácio é um museu estatal da China. Recebeu o nome em referência ao Monte Potala.
O lugar foi usado para refúgio de meditação pelo Rei Songtsen Gampo, que construiu o antigo palácio como saudação à sua noiva, a Princesa Wen Cheng da Dinastia Tang da China, em 637. A construção do atual palácio começou em 1645, durante o reinado do quinto Dalai Lama, Lozang Gyatso. Em 1648, o “Potrang Karpo” (Palácio Branco) foi concluído, e o Palácio de Potala passou a ser usado como palácio de Inverno pelo Dalai Lama a partir dessa época. O “Potrang Marpo” (Palácio Encarnado) foi acrescentado entre 1690 e 1694.
Construído a uma altitude de 3700m, do lado da colina Marpo Ri, a Montanha Encarnada, no centro do Vale de Lassa, o Palácio de Potala, com as suas vastas muralhas interiores apenas quebradas nas partes superiores por filas em linhas retas de muitas janelas, e os seus telhados planos em vários níveis, assemelha-se a uma fortaleza. Na base Sul da rocha fica um grande espaço encerrado por muros e portões, com grandes pórticos no lado interior. Uma série de escadarias relativamente fáceis de subir, conduz ao topo da rocha. Toda a largura desta é ocupada pelo palácio.


O Palácio de Potala foi inscrito pela UNESCO como Patrimônio Mundial da Humanidade em 1994. Em 2000 e 2001, o Templo Jokhang e o Norbulingka foram acrescentados à lista como extensões do lugar classificado.
O Palácio de Potala é uma importante atração turística, e foi nomeado pelo programa televisivo americano ‘Good Morning America’ e pelo jornal ‘USA Today’ como uma das Novas Sete Maravilhas do Mundo.
O Templo Jokhang, está localizado na Praça Barkhor em Lassa. Para a maioria dos tibetanos é o templo mais sagrado e importante no Tibet. O local é controlado pela escola Gelug. O estilo arquitetónico do templo é uma mistura do estilo Vihara da Índia, estilo chinês da Dinastia Tang e ainda do estilo nepalês.
Durante o período de Bon do Tibet, o templo era chamado de Zuglagkang (Casa da Ciência Religiosa). O termo zuglag refere-se as “ciências” como geomancia, astrologia, adivinhação e que fazia parte da religião xamânica pré-budista agora conhecido como Bon. “Hoje em dia, é mais conhecido como o Jokhang, que significa a casa de Buddha.
O Norbulingka “O Parque com Jóias” é o plácio que serviu como tradicional residência dos sucessivos Dalai Lamas, desde a década de 1780 até à ocupação do país pela República Popular da China, no final da década de 1950.
O palácio fica localizado a três quilômetros a oeste do Palácio de Potala. Edifícios adicionais foram acrescentados durante a primeira metade do século XX. Existe também um zoo no Norbulingka, criado originalmente para guardar os animais que eram oferecidos ao Dalai Lama.
Os jardins são locais populares para fazer piqueniques e proporcionam um belo cenário para espetáculos de teatro, de dança e festivais, em particular o Sho Dun, ou “Festival do Iogurte”, o qual realiza-se no início do més de Agosto, com famílias a acampar durante vários dias, rodeadas por tendas coloridas, construídas com tapetes e lenços.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Enviar um comentário

 
Back to top!