Searching...
segunda-feira, 21 de maio de 2012

Grupo Sany investe €300 milhões no Putzmeister

Sany, uma das empresas chinesas de rápido crescimento, investiu 300 milhões de euros para entrar no mercado alemão de modo a fortalecer a sua posição internacional. 

Sany, Putzmeister
O grupo Sany, uma empresa que fornece equipamento de construção, espera que o seu novo plano crie cerca de 3000 novos postos de trabalho entre Alemanha, Índia e Brasil.

Tang Xiuguo, o presidente de Sany, afirmou numa entrevista para a Financial Times que a companhia adquiriu a Putzmeister, empresa de equipamentos de construção alemã, como uma componente independente à Sany focando-se somente na parte de venda de equipamentos relacionados com a massa de cimento no mundo inteiro. "No futuro, a Putzmeister vai ser uma empresa mais poderosa graças à introdução de novos produtos que nós (Sany) vamos ajudar a desenvolver", afirmou o senhor Tang.

Nos últimos cinco anos, as vendas de Sany aumentou quase dez vezes mais tornando-se actualmente num dos grandes rivais a nível internacional, nomeadamente da Caterpillar (empresa americana) e Komatsu (empresa japonesa), no ramo de venda de máquinas para a construção.

Sany adquiriu a Putzmeister em Janeiro por 525 milhões de euros já com a dívida incluída constituindo assim uma das maiores aquisições chinesas num mercado nicho. 
A Putzmeister era a maior empresa de venda de massa de cimento no mundo até 2008, ano em que a Sany ultrapassou a liderança na indústria.

O planeamento que Sany elaborou para a Putzmeister consiste no desenvolvimento de novos produtos como a produção de maquinaria de cimento, misturadoras de cimento móveis e construção de guindastes. Este equipamentos destinam-se maioritariamente a clientes fora de China, ficando assim a empresa mãe (Sany) focado no mercado do país de origem onde já tem uma posição consistente noutros tipos de equipamentos para a construção incluindo escavadoras.

As vendas de Putzmeister atingiu o máximo de 1000 milhões de euros em 2007 mas com o começo da crise financeira caíram a pico levando a uma grande perda financeira em 2009. Sob os planos do senhor Tang, espera-se uma subida de 621 milhões de euros em vendas este ano para 2000 milhões de euros num espaço de 5 anos.

A Putzmeister albergava no total 2700 trabalhadores dos quais 40% estão na Alemanha, com os novos planos espera-se que o número total de postos de trabalho aumente para 6000 até 2017. De acordo com o senhor Tang, os novos postos de trabalho serão divididos entre Alemanha, onde se localizam as principais fábricas de Putzmeister, e outros países onde a empresa já tem forte presença.

Autor: Pater Marsh
Traduzido por: Fenix
Artigo para uso exclusivo no Site do Oriente

1 comentários:

 
Back to top!