Searching...
domingo, 15 de abril de 2012

Ranking mundial - Top 10 Máfias

Máfia refere-se a grupos secretos envoltos em crime organizado e normalmente tem como objectivo monopolizar toda a actividade criminal num dado país, actualmente aspiram mesmo a nível global e entre essas actividades ilegais as mais comuns são venda de droga , armas ilegais, contrabando, etc.
Yakuza

10º - Jamaican British Yardies (Yardies anglo jamaicanos)

Este grupo de crime organizado provém de jamaicanos que se imigraram para Inglaterra em 1950, nessa altura Inglaterra tinha uma grande falta de mão de obra após a 2ª Guerra Mundial e viu nas suas colónias a solução para o problema.  No fim do século XX inúmeros ingleses de descendência jamaicana  envolveram-se em actividade criminosas de gangues violentos e ficaram conhecidos como Yardies ( Yardie é um calão originário de Jamaica para descrever os ocupantes dos bairros sociais). As suas actividades principais consiste na venda de droga e armas ilegais. Até à data não existe nenhum registo de infiltração no sistema judicial e como tal não são considerados tão poderosos como as outras máfias.

9º - Albanian Mafia (Máfia Albanesa ou Máfia Shqiptare)

Máfia Shqiptare é o termo utilizado para descrever as actividades criminais dos originários de Albânia ou de descendência albanesa.  Acredita-se que o crime organizado na Albânia já prevalecia desde o século XV e a partir de 1980 começou a expandir para o resto do mundo. A nível internacional, actualmente existem registos deste grupo no norte dos Estados Unidos da América, Europa ocidental e a este da Turquia. A máfia albanesa tem uma estrutura hierárquica e os principais fios de conduta são "lealdade",  "honra" e "família" (o laço sanguíneo e o casamento são extremamente importantes). A infiltração neste grupo é muito difícil dado que a maioria é constituída por membros da família apesar de um grupo poder chegar a 500 membros. O grupo da máfia albanesa a norte que controla o negócio de venda de droga também é conhecida como "As 15 Famílias".

8º - Sebian Mafia (Máfia Sérvia)

As actividade principais deste grupo consiste em contrabando, tráfico de armas ilegais, tráfico de droga, jogo ilegal e cobrança de dívidas. Actualmente estão presentes em mais de dez países incluindo Alemanha, Inglaterra, Itália, Holanda, França, Estados Unidos de América, e existem mais de 40 grupos na Sérvia.
As actividades mais antigas datam deste 1900 e nos anos 70 e 80, Ljuba Zemunac era conhecido como o padrinho da Máfia Sérvia e foi na Alemanha e Itália onde ele formou o seu gangue. Em 1986 foi morto por um rival. Joca Amsterdam ficou conhecido como o Rei da Coca após ter eliminado todos os seus rivais de negócio na Holanda, contudo, foi detido por contrabando de droga em 2002 na Bulgária. Os três grandes grupos da Máfia Sérvia são os Vozdovac, Surcin e Zemun que controlam os grupos mais pequenos. 
Joca Amsterdam

7º - Israeli Mafia (Máfia Israelita)

A Máfia Israelita está espalhado por inúmeros países e tem como actividades principais o tráfico de droga, venda de narcóticos, lavagem de dinheiro, contrabando de diamantes, cobrança de dívidas, contrabando de mulher e prostituição. Alegadamente existem 16 famílias de crime em Israel dos quais 5 estão extremamente activos a nível nacional e ainda 11 organizações de tamanho inferior. A maioria dos líderes destes grupos ou já cometeram homicídio ou já foram presos. Um dos casos mais conhecidos foi o roubo liderado por Johnny Attias que em 1980 cometeu um dos maiores assaltos de ouro da história, conseguiu escapar com jóias no valor de 4 milhões em dólares americanos de uma joalharia em Manhattan. A Máfia Russa-Israelita já chegou mesmo a aceder ao sistema político americano e as forças americanas falharam em deter o acesso.
Johnny Attias e Abraham Gershman, famoso contrabandista israelita de cocaína

6º - Mexican Mafia (Máfia Mexicana)

Este grupo, também conhecido como os Le eMe, é um dos grupos de crime organizado mais fortes dos Estados Unidos de América e possuem mais de 30 000 membros espalhados pelo país. Apesar de serem de descendência mexicana o grupo teve origem nas prisões estatais dos Estados Unidos da América, foi formado em 1957 por 13 gangues de rua hispânicos que condenados na prisão de Deuel Vovational Institution, na altura uma prisão para menores, organizam-se entre si para se protegerem dos outros condenados. A letra M ocupa a 13ª posição do alfabeto e por isso utilizam o número 13 e a letra M para se identificarem com o grupo. Outra tatuagem comum é o símbolo nacional mexicano sob um círculo em chama com duas espadas a cruzarem-se. Alega-se que existem mais de 150 prisioneiros que tem a autoridade para ordenar um homicídio e 2000 associados a seguir ordens desse comando. 

5º - Japanese Yakuza (Máfia Japonesa "Yakuza")

Yakuza descreve o grupo de crime organizado originário no Japão. As origens de Yakuza datam do século XVII e extorsão e ameaça são os principais métodos utilizados por este grupo para atingir os seus objectivos. Mesmo dentro do grupo, as regras são estritamente rigorosas, a falta do dedo miudinho pode ser um sinal para identificar membros de Yakuza. Mas o mais frequentes são os inúmeros tattoos nos seus corpos. Yakuza tem mais de 110 000 membros activos originários de 2500 famílias.

4º - Chinese Triads (A Tríade Chinesa)

A Tríade Chinesa iniciou como uma rebelião contra o império Manchu, uma minoria étnica que formou a última dinastia na história da China, os Qing. Inicialmente designados por Tian Di Hui (天地會), traduzido Sociedade do Céu e Terra, tinham como objectivo restaurar o poder dos Han, o maior grupo étnico da China. A influência espalhou-se pela sociedade e vários grupos minoritário surgiram com diferentes nomes, em último caso decidiram optar pela Tríade e adoptaram o símbolo de espadas ou imagens de Guan Yu, um famoso guerreiro da época dos Três Reinos. As principais bases desta organização estão sediadas na China, Malásia, Hong Kong, Taiwan e Singapura e envolve inúmeras actividades, homicídio contratado, tráfico de droga, extorsão, pirataria, etc. Estima-se cerca de 1.5 milhão membros de Tríade só na China e outros 2.5 milhões espalhados pelo mundo inteiro. Apesar de não existir provas, crê-se que esta organização está altamente ligada à Lotus Branca, outra grande organização criminal chinesa e aos Boxers.

3º - Colombian Drug Cartels (Cartéis de droga colombianos)

Este Cartéis, tal como o nome indica, foram desenvolvidos para o controlo e tráfico de droga. O Cartel surgiu quando as organizações de crime decidiram cooperar na produção e distribuição de cocaína. Apesar de a cooperação ter sido depois interrompida o nome prevaleceu para descrever as grandes organizações de crime para o contrabando de droga. Operam em vários países e tem uma estrutura extremamente organizada possuíndo várias divisões, nomeadamente políticas, militares e aspectos legais. Os cartéis mais importantes de Colômbia são: Cartel Cali, Cartel Medellin e o Cartel Norte del Valle. Além de Colômbia também tem membros estabelecidos na Rússia, Afeganistão, México, Itália, Estados Unidos de América, etc. 

2º - Sicilian Mafia (Máfia Siciliana)

Este grupo é relativamente recente em comparação aos outros grupos. Surgiu na segunda metade do século XIX em Sicília, Itália e também é conhecido como Cosa Nostra. Cada clan, ou como eles designam "cosca", fica responsável pelas actividades criminais numa determinada área, normalmente uma vila ou os subúrbios de uma cidade conhecidos como borgata. São extremamente organizados, tem uma conduta de 10 mandamentos que serve para guiar os membros a tornarem-se num mafioso respeitável. Entre os membros de mesma estatura designam-se entre si por padrinhos. Todos os membros auto titulam-se "homens de honra" embora publicamente são conhecidos como mafiosos. Para ser admitido no grupo tem que se passar por rituais de iniciação e acredita-se que o termo máfia tenha derivado da linguagem que se utilizava entre os membros de Cosa Mostra. Como terá este grupo surgido permanece um mito, e do pouco que se sabe vem através de relatos contados pelos próprios membros. Segundo esses relatos cada clan tem um chefe, seguido por um sub chefe que lidera três capodecinas (termo para designar os responsáveis de 10 homens) que por sua vez controlam grupos de soldados. Além disso, o chefe também tem um conselheiro. Os crimes cometidos são dos mais variados e vão deste a compra de votos, contrabando, homicídio, etc. 
Clare Longrigg, um dos grande chefes da Máfia Siciliana

1º - Russian Mafia (Máfia Russa)

Inicialmente designados por Bratva (irmandade), a Máfia Russa é originária da Rússia Soviética e acredita-se que o grupo tenha entre 100 000 a 500 000 membros. Após a queda da União Soviética este grupo estava presente em praticamente todos os cantos de Rússia e espalhou-se consideravelmente pelo mundo e estão envolvidos em crimes organizados no Israel, Rússia, Hungria, Espanha, Canadá, Reino Unido e Estados Unidos da América, Índia, África de Sul e Tailândia. Uma das práticas mais conhecidas é o homicídio do capturado aquando a libertação do mesmo. São temidos pela sua agressividade e terror e entre os crimes mais comuns praticados pelo grupo está o contrabando de órgãos, contrato de homicídio, contrabando de material nuclear, lavagem de dinheiro, etc. 

Artigo para uso exclusivo no Site do Oriente

2 comentários:

 
Back to top!