Searching...
quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Monte Fuji - O ponto mais alto do Japão

O Monte Fuji é a maior montanha do Japão e um dos mais conhecidos do planeta, o Monte Fuji é na realidade um vulcão, cuja última erupção aconteceu há três séculos. Mais exactamente em 16 de Dezembro de 1707, quando lançou uma chuva de cinco centímetros de cinzas sobre a então capital do país, Edo.


A formação de 3.776 metros, situada entre as províncias de Yamanashi e Shizuoka, é o principal ícone geológico do Japão, objeto da peregrinação anual de mais de 300 mil alpinistas e turistas que fazem o caminho até o seu cume. Outros milhões o observam a distância, especialmente das janelas dos comboios de alta velocidade que cortam o país.

Apesar de não terem sido sentidos na superfície, os movimentos mostraram que o magma sob o monte continua se movendo. Foi o suficiente para que o governo japonês lançasse um programa de mais de US$ 9 milhões, que envolve vários centros de pesquisa do país para tentar descobrir quando poderá ser a próxima erupção.

Caso o Fuji acorde, as conseqüências podem ser desastrosas. “Em nenhum país do mundo uma capital do tamanho de Tóquio está tão próxima de um grande vulcão”, disse Koyama. A cidade está a apenas 100 quilômetros do monte. Em dias claros, ele é visível a partir dos prédios mais altos da metrópole.

Em outubro de 2000, cientistas detectaram ondas de leves terramotos a pouco mais de dez quilômetros abaixo da superfície, que continuaram pelos oito meses seguintes. No mês de maior frequência, Abril de 2001, mais de 100 tremores foram registrados, número muito superior aos 15 em média verificados nas duas décadas anteriores.

Apesar do perigo da erupção, Monte Fuji é uma beleza natural que merece ser visitado. Aprecie as fotos.





Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Enviar um comentário

 
Back to top!